Desde el 2006, a Avina utiliza um sistema de indicadores financeiros e não financeiros conhecido como Balanced Scorecard (BSC), que consiste em um mapa estratégico e uma série de objetivos e metas para o desempenho institucional. O BSC incorpora indicadores sobre impacto (o que chamamos de “gestão de realizações”), finanças, investimentos sociais, nossos serviços e o clima institucional.

Apresentamos a seguir algumas metas de 2011:

 

Quadro 1 – Metas e realizações de resultado
e de processo em 2011

 

Quadro 2 – Realizações de nível 1:
Contribuição da Avina 2009-2011

 

O quadro 1 mostra o número de mudanças realizadas por nossos parceiros em 2011 com a contribuição da Avina. Chamamos cada mudança de “realização”, e as mudanças que impactam mais de um milhão de pessoas e nas quais a contribuição da Avina foi importante, chamamos de “realização de nível 1”. Em 2011, conseguimos contribuir para 75 mudanças concretas na América Latina, nove dessas realizações geraram um impacto em pelo menos um milhão de pessoas. Embora não tenhamos conseguido alcançar as metas estabelecidas em todas as categorias, os resultados são bons.

Ficamos felizes em constatar que superamos amplamente a meta estabelecida para as "realizações de processo”. Com esse conceito, definem-se os avanços nos processos de mudança que estamos apoiando. São processos importantes, mas que ainda não alcançaram a mudança almejada. Outro resultado animador, ilustrado no quadro 2, é a contribuição da Avina para as realizações de maior impacto. Como é possível perceber, em dois terços das realizações de nível 1 registradas em 2011, a Avina teve uma grande contribuição.

 

Quadro 3 – Realizações de nível 1 por tipo de mudança 2009- 2011

O ano de 2011 foi o quinto ano em que a Avina registrou sua contribuição para mudanças em seu sistema de gestão de realizações. Foi um bom momento para analisar os resultados dos últimos anos e aprender lições sobre nosso desempenho e valor agregado institucional. O quadro 3 mostra que em cinco anos a Avina contribuiu para 61 realizações de nível 1, ou seja, realizações que beneficiam direta ou indiretamente um milhão de pessoas. Ao analisar essas mudanças, é possível constatar que mais de um terço são mudanças em políticas públicas.

INDICADORES EXECUTADO 2011 EXECUTADO 2010  
Contribuição programática Avina
USD 22 milhões
USD 24 milhões
Mobilização de terceiros
USD 24 milhões
USD 24 milhões
Total mobilizado
USD 46 milhões
USD 48 milhões
Administração Avina
USD 5 milhões
USD 5 milhões

Quadro 4 – Mobilização financeira 2010-2011

Como é possível perceber no quadro 4, embora a mobilização de recursos da Avina para as causas que ela apoia tenha sido mantida de 2010 a 2011 e a administração não tenha aumentado, a contribuição direta da Avina sofreu uma ligeira diminuição em 2011. Isso se deve principalmente a alguns gastos importantes programados para o último trimestre de 2011 que foram transferidos para o primeiro trimestre de 2012. A Avina espera recuperar e superar esses níveis em 2012, em parte por meio de seu investimento em sistemas gerenciais internos que possam nos ajudar a administrar os recursos que passam por nossa gestão de maneira cada vez mais eficiente. Vale ressaltar que a contribuição programática da Avina inclui tanto o investimento social (doações) como a ação direta da equipe da Avina.